Seguidores

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Confirmada a separação dos bombeiros da Brigada Militar

A separação do Corpo de Bombeiros da Brigada Militar, que provoca discussões há décadas no Rio Grande do Sul, deve sair do papel e se tornar realidade. O governo do Estado confirmou que um projeto recebe ajustes para ser encaminhado, nos próximos dias, à Assembleia Legislativa.
De acordo com o titular da Secretaria da Segurança Pública, Airton Michels, a mudança deve ser feita de forma "gradual", e o período ainda será negociado, podendo se estender por até cinco anos. Desde o início do governo Tarso Genro, a reestruturação é debatida.

— Nossa maior divergência sempre foi que nós, o governo, queríamos, separar os Bombeiros da Brigada de forma gradual, com os avanços necessários. Tu não estruturas uma instituição como os bombeiros de forma imediata. Estamos encaminhando um projeto brevemente e não queremos que essa instituição comece a funcionar isoladamente — afirma o secretário, ciente de que sua gestão termina em dezembro.

Além do Rio Grande do Sul, outros três Estados mantêm as corporações ligadas: São Paulo, Bahia e Paraná. Nesta semana, críticas à estrutura do Corpo de Bombeiros foram expostas após incêndio em uma empresa na zona norte de Porto Alegre, que durou cerca de seis horas até o rescaldo em uma luta contra o tempo para evitar que as chamas atingissem quatro bombas de combustíveis dentro de uma empresa de ônibus.

— Agradecemos a posição do governo, embora tardia, em benefício da sociedade gaúcha. Porém, aguardamos um convite para que as associações sejam chamadas para construir a melhor maneira para esta separação. Entendemos que cinco anos é muito. O que temos de concreto é um projeto que prevê a separação de imediato (há uma Proposta de Emenda à Constituição do ano passado que prevê a desvinculação das corporações) — afirma Ubirajara Pereira Ramos, coordenador geral da Associação de Bombeiros do Estado do Rio Grande do Sul (Abergs).

Conforme Ramos, o orçamento próprio e a formação específica de oficiais para os bombeiros estão entre as principais vantagens da mudança. E este é, segundo Michels, um dos pontos que exigem tempo para a separação: atualmente, os bombeiros se valem de estruturas de ensino da BM.

O secretário afirma que o governo investe o triplo da administração anterior na corporação.
— Embora para a Brigada Militar seja doloroso perder aliados preciosos, ficamos alegres por poder ceder uma parte do nosso pessoal para que a população seja beneficiada. É um orgulho amargo, porque os bombeiros sempre foram nossos irmãos — diz o tenente-coronel José Carlos Riccardi Guimarães, presidente da Associação dos Oficiais da BM.

VIATURAS QUEIMADAS - PIRATINI TRATA COMO ATENTADO



O incêndio que danificou 10 viaturas zero-quilômetro da Brigada Militar (BM) na noite de segunda-feira, em Porto Alegre, é tratado como atentado contra a corporação. Em averiguação preliminar, peritos constataram sinais de que houve mais de um foco de incêndio, indicativo de que seria um ataque efetuado por mais de uma pessoa. Uma das suspeitas é que gente da própria BM esteja envolvida, já que o local é vigiado por policiais armados, e dificilmente um grupo civil entraria sem ser notado. O próprio governador Tarso Genro foi taxativo ao falar na probabilidade de atentado. – Houve uma provocação nesse incêndio. Alguém deve ter feito aquilo. É difícil crer que tenha sido combustão espontânea dos veículos – declarou, em entrevista coletiva no Palácio Piratini, na Capital, depois da formatura de 200 alunos do ensino técnico. A BM deslocou pelo menos 30 policiais do serviço de inteligência para investigar o incêndio, ocorrido por volta das 23h no pátio da Academia de Polícia Militar, na Avenida Aparício Borges, na zona leste da Capital. A origem do fogo deverá ser determinada pelo levantamento feito durante toda a manhã de ontem pelos peritos do Instituto-geral de Perícias (IGP) – o relatório final sai em até 30 dias. Um Inquérito Policial-militar (IPM) foi aberto pela Corregedoria de Polícia para investigar o caso. – A hipótese de atentado é muito grande, pelas características, pelo horário – alertou o coronel Alfeu Freitas Moreira, chefe do Estado Maior da BM.Uma hipótese quase descartada, mas ainda analisada, é que tudo tenha começado em um curto-circuito.O fogo começou nos veículos que estavam no meio do lote de caminhonetes, todas da marca Nissan, modelo Frontier, com tração nas quatro rodas. Seis delas tiveram perda total e serão substituídas. As outras quatro ficaram danificadas, e a BM avaliará o custo do conserto de cada uma. Veículos seriam destinados para a região da Fronteira. Além das 10 caminhonetes incendiadas, havia outros 196 veículos novos da BM estacionados em vários pontos do pátio da Academia de Polícia Militar. Os veículos devem ser distribuídos a várias unidades da corporação. Na semana passada, foram entregues 60. Em média, um veículo novo demora 30 dias para ser integrado à frota da corporação, explica o major.– O veículo só é usado depois de passar por uma série de procedimentos técnicos, como a colocação de rádio, e legais, como a regulamentação da documentação – esclarece.O preço de uma caminhonete equipada (com rádio, sirene e outros itens) fica ao redor de R$ 90 mil. Os veículos incendiados não tinham seguro. O coronel Freitas disse que carros usados em patrulhamento não são segurados por serem usados em uma atividade de alto risco, o que tornaria o preço da apólice muito caro.Na manhã de ontem, o secretário da Segurança Pública, Airton Michels, visitou o local onde foram incendiadas as novas viaturas da BM. Ele não falou com a imprensa. Mas não escondeu o desconforto com a situação, informou um dos seus assessores. Os veículos estavam destinados à Fronteira – nas regiões de Bagé, Santana do Livramento e Horizontina. Na próxima sexta-feira, 25 veículos seriam entregues em solenidade em Horizontina, no noroeste gaúcho. Duas caminhonetes dessa frota queimaram na segunda-feira. Serão entregues 23 viaturas. Caso impune. Em julho do ano passado, vândalos lançaram coquetéis molotov no pátio da Secretaria de Segurança Pública, ao lado da Avenida Castelo Branco, destruindo dois carros patrulhas da BM. Vídeos de câmeras de segurança foram analisados, mas a má qualidade das imagens impediu a identificação de suspeitos, segundo o delegado Marco Antônio Duarte de Souza. O caso continua sendo investigado.


(ZERO HORA - CAPA E PAGINA 27).


 

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

CPM realiza confraternização e homenagem a efetivo



O Comando de Policiamento Metropolitano realizou nesta quarta feira a reunião mensal com os integrantes do Comando para comemoração dos aniversariantes do mês corrente, esta pratica tem a finalidade de ser uma pausa na rotina corrida das atividades de cada seção que muitas vezes não encontram momentos de confraternização entre as atividades mensais. Reuniões deste tipo tem por objetivo descontrair e criar vínculos pessoais entre os policiais militares que atuam nas atividades administrativas.
No mês de fevereiro, além de comemorar os aniversários do mês também ocorreu a despedida de colegas que estão em se desligando momentaneamente das atividades do CPM para buscarem suas qualificações profissionais e a conquista de sonhos pessoais. 

Dentre os integrantes do CPM homenageados estão:
- Sd MARISA ESTELA HALBERSTADT foi chamada para o Curso de Formação de Oficial (CFO) a partir de 27/02/2013 com previsão d duração de dois anos de formação.
Sd ROSILENE FRANCO DOS SANTOS e SD IRMA NERI PAULA DOS SANTOS. As duas militares foram chamas para cursar o Curso Técnico de Segurança Pública – CTSP, com inicio do curso previsto para março.

Aniversariantes:
Maj QOEM CARLOS AUGUSTO DA CRUZ SOARES, Id Func 2211920;
1º Sgt LAURO ALVES PEREIRA;
Sd ELIANE CRISTINA BARACELLI;
CAMILA SANTOS DA SILVA PEREIRA.
 O Cmt do CPM, Cel QOEM PAULO MOACYR STOCKER DOS SANTOS, Comentou: “Uma das características do Comando de Policiamento Metropolitano é seu efetivo reduzido e altamente qualificado e o resultado disso é que muitos estão sendo chamados para cursos de especialização, pois contamos hoje no CPM SEDE com 70% do efetivo com curso superior, 19% em fase de conclusão e 10% com especialização ou cursando e 1% cursando os cursos do SENASP. Estou muito contente de estar a frente de um efetivo altamente qualificado como este. Estão todos de parabéns. Desejo a Sd MARISA ESTELA HALBERSTADT, Sd ROSILENE FRANCO DOS SANTOS e SD IRMA NERI PAULA DOS SANTOS muita sorte e sucesso na nova fase que se inicia em suas carreiras, também desejo felicidades aos aniversariantes do mês.”


Patrulhas Especiais -PATRES - Gravataí/RS



Terça-feira, 25, Beco Marechal Rondon, no Bairro Morada do Vale I, em Gravataí, uma guarnição das Patrulhas Especiais (PATRES) do 17º Batalhão de Polícia Militar avistou um indivíduo em atitude suspeita no final do Beco e ao ser abordado encontrou onze pedras de crack e R$ 25,00 no bolso de sua bermuda. O indivíduo de 21 anos, sem antecedentes criminais, admitiu estar traficando drogas para outro indivíduo. O acusado foi encaminhado a DPPA em Gravataí e indiciado por tráfico de entorpecentes.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

ASSALTANTE É PRESO EM GRAVATAÍ/RS

Na terça-feira, 25, às 17h15min, na Avenida Presidente Kennedy, no Bairro Marrocos, uma guarnição do Pelotão de Operações Especiais (POE) do 17º Batalhão de Polícia Militar em patrulhamento de rotina se deparou com o proprietário de um mercado que acabara de ser assaltado.

Os PMs avistaram o assaltante a uma quadra do local, que ao perceber a presença da viatura tentou fugir mas acabou detido em um terreno baldio. O indivíduo, 18 anos, morador do Loteamento Xará, com antecedentes criminais por roubo a estabelecimento comercial. Com ele foi encontrada uma mochila com R$ 252,00, um cheque no valor de R$ 60,00, cinco carteiras de cigarro e uma barra de ferro em forma de “L”, com o qual o indivíduo ameaçou a vítima se dizendo estar armado. O acusado foi encaminhado a DPPA em Gravataí e indiciado novamente por roubo a estabelecimento comercial.

VIATURAS DA POLICIA QUEIMADAS - TERRORISMO?



O incêndio das viaturas durou pouco mais de 45 minutos. Na noite de segunda-feira havia 15 policiais guarnecendo a academia, sendo que dois estavam em uma guarita a poucos metros do local onde começou o fogo. Assim que as chamas foram notadas, eles deram o alerta e foi acionado o Corpo de Bombeiros, explica o major Leandro Balen, que responde pela chefia da Comunicação Social da BM. O local onde os veículos estão não tem câmera. A BM deve procurar na região se há equipamento em outros estabelecimentos para identificar a ação. Quem faz a guarda na academia são alunos do curso de capitão. Depois do incêndio, todos os que estavam de guarda foram proibidos de ir embora. Eles são mantidos aquartelados durante a investigação e estão sendo ouvidos um por um, apurou a reportagem. Está sendo levantada a lista de todas as pessoas que entraram e saíram da academia nas horas anteriores e posteriores ao início do fogo. Foi cogitada a possibilidade de um coquetel molotov ter sido lançado de fora da área da academia, separada da avenida por um muro baixo, e atingido as viaturas, mas a alternativa é questionada. Um oficial comentou que esse método de ataque teria atingido só uma viatura, e o fogo não teria se espalhado para tantas ao mesmo tempo.Não foram encontradas, no local, garrafas usadas em explosivos. Uma opção é que as chamas possam ter começado em algum artefato preparado embaixo dos veículos. Outra observação, feita durante a perícia, é de que o vidro de uma caminhonete teria sido quebrado de fora para dentro, possível indício de objeto jogado para dentro.E quem seriam os autores, se confirmado que pertencem à própria BM? As investigações vão mirar em PMs que tenham participado da onda de atos de vandalismo durante os protestos por melhores salários, nos últimos dois anos. Especialmente os que se envolveram em queima de pneus e colocação de bombas caseiras em locais públicos.

Vestibular exclusivo para os integrantes da Brigada Militar

Oportunidade para os integrantes da BRIGADA MILITAR se qualificarem, na busca do nivel superior para os praças de nossa corporação, para os que ainda não possuem, pois a grande maioria dos praças já possuem o nivel superior em nossa instituição.

A faculdade Estácio está realizando mais um vestibular exclusivo para os integrantes da Brigada Militar.

 Aproveite o convênio que a Estácio e a FUNDAÇÃO BRIGADA MILITAR firmaram e estude com 20% de desconto.

  
Inscreva-se gratuitamente no Vestibular destinado apenas a BRIGADA MILITAR, que será realizado na semana de 24 a 28/02/2014, em horário três horários: 10h, 14h e 19h.

Mande um e-mail para portoalegre@estacio.br com seu telefone e entraremos em contato para maiores informações e inscrição.

Aproveite esta oportunidade e Invista em você!

Aguardamos o seu contato.

PATRULHA ESCOLAR DE ALVORADA PRENDE CASAL ARMADO



Na terça-feira, 25, às 12h10min, na rua Sinimbu, Jardim Alvorada, Policiais Militares da patrulha escolar do 24º Batalhão de Polícia Militar (24ºBPM) prenderam um casal que estava portando um revólver.
Em uma abordagem de rotina os policiais abordaram um casal que estava em frente de uma escola no momento eu que os demais alunos esta saindo do turno da manhã. No momento da busca pessoal localizaram dentro da bolsa da jovem de 19 anos um revólver de marca Rossi e calibre 38. A jovem e seu companheiro de  20 anos foram presos e apresentado na delegacia de polícia civil para os tramites legais da prisão.